Projeto escolar trabalha saúde emocional das famílias durante quarentena

08/06/2020

  • Contraste
  • Aumentar fonte
  • Diminuir fonte

Iniciativa ganha o nome de Emoções em Foco e conta com equipe de psicólogas disponível para suporte direto às famílias, além da produção de conteúdo compartilhado como lives, vídeos e mensagens à comunidade escolar

As mudanças de rotina e de comportamento trazidas com as adaptações impostas pela pandemia da Covid-19 são grandes desafios enfrentados tanto para os adultos, como para as crianças e adolescentes. Além dos impactos provocados pela doença na população, a preocupação com a saúde emocional também tem ganhado espaço porque muitas pessoas estão vivenciando questões desafiadoras nesse momento, seja pelo medo e pelas incertezas acerca do novo coronavírus, seja por desafios emocionais e sociais.

No Colégio Nossa Senhora das Neves, em Natal, diversas iniciativas são trabalhadas ao longo do ano, como os projetos Gentileza gera Gentileza e Mais amor pela Vida, que destacam a gestão das emoções e o apoio às famílias. Seguindo esta linha de ações realizadas, de acordo com Sheila Salustino, psicóloga do Ensino Fundamental Anos Finais e Ensino Médio no Neves, foi criado o projeto Emoções em Foco. "Nossa proposta busca diminuir esse impacto vivido na pandemia, tanto pelos alunos, como pelos pais e responsáveis", completou.

Desenvolvido pelos Serviços de Psicologia e de Educação Socioemocional do Colégio, o projeto trabalha com atendimento on-line e permanente às famílias que buscam a escola por meio do aplicativo, além de lives, vídeos e mensagens enviadas aos pais e alunos, como forma de suprir esta necessidade de um apoio socioemocional na quarentena.

"Diante do que fomos acolhendo, das demandas que nos foram chegando, fomos sentindo a necessidade de construir, de abrir um espaço de partilha e de orientações, em que a gente pudesse chegar e alcançar o maior número de famílias possíveis", conta a psicóloga do Ensino Fundamental Anos Iniciais, Magali Cabral.

A professora Marília Bandeira, da Escola da Inteligência, projeto de Educação Socioemocional adotado pelo Neves, deu início às lives do projeto abordando o tema "Equilíbrio Emocional". Para ela, esta é uma forma de abraçar as famílias através das mensagens passadas. "É muito gratificante poder participar desse momento que ficará marcado em nossas vidas de uma forma única. Estamos buscando apoiar as famílias e também reforçar as mensagens que compartilhamos ao longo do ano, semeando empatia, diálogo e apoio mútuo. É muito amor envolvido", explicou Marília.

Dentre os temas já trabalhados nas lives transmitidas no perfil do Neves no Instagram (@sempreneves), destacam-se alguns, como "Crianças e pais na quarentena: estar em casa é estar presente?", com a psicóloga da Educação Infantil, Nadja Medeiros, que refletiu sobre o papel de pais e responsáveis na educação das crianças e da convivência intensa vivida na quarentena; "Desafios da maternidade em tempos de isolamento social", com a psicóloga Magali Cabral, que falou sobre a rotina das mães e a necessidade de criação de atividades colaborativas; e "Adolescência e isolamento: como apoiar os jovens neste momento de distanciamento social", com a psicóloga Sheila Salustino, que trabalhou as dificuldades dos adolescentes e como os pais podem apoiá-los neste momento.

Além da presença da equipe de profissionais da escola, os alunos também têm espaço para participar das discussões. Exemplo disso foi a live realizada na última segunda-feira (25) com as alunas Maria Beatriz Teixeira e Ellen Oliveira. Junto da professora Marília Bandeira, elas conversaram sobre como as crianças estão vivenciando esse momento de pandemia, falando sobre sentimentos, percepções da realidade, rotina em família e reflexões sobre tantas mudanças.

A diretora do Colégio das Neves, Irmã Marli Araújo, acredita que iniciativas como esta do projeto Emoções em Foco são fundamentais porque trabalha pontos importantes do dia a dia das famílias e vai muito além da construção do conhecimento acadêmico. "Estamos precisando oferecer e receber apoio nesse momento e esperamos que as famílias colham os frutos de uma vivência mais tranquila junto aos filhos, em um momento de tantas incertezas, mas que também pode nos trazer grandes aprendizados", finaliza.

+Notícias

Ver mais

Depoimentos

Ver mais