NEVES TEM MAIS DE 50 ALUNOS APROVADOS EM 10 INSTITUIÇÕES DO BRASIL PELO SISU

Após comemorar mais de 70 alunos aprovados no vestibular da UFRN, o Neves teve mais um bom resultado em aprovações para o Ensino Superior. Desta vez, mais de 50 alunos utilizaram suas notas do Enem e, por meio do SISU – Sistema de Seleção Unificada - foram admitidos em 10 instituições por todo o país.

O resultado foi divulgado na última segunda-feira (14) e é referente à primeira chamada do sistema, tendo ainda outras de acordo com o número de vagas não ocupadas. Do total de aprovados, 30 alunos Neves passaram para a principal universidade do estado, a UFRN. O restante conquistou vagas em instituições como a UFPB, UFC, UFRJ e UFAM, nos mais variados cursos.

Além do bom número de novos universitários, o Neves também pôde se orgulhar de sete alunos da 2ª série aprovados pelo SISU. É o caso de Maria Alice de Freitas, de 16 anos, aprovada no curso de Pedagogia da UFPB. Para a aluna, esse primeiro resultado a incentivou a melhorar ainda mais e, ao mesmo tempo, deu uma segurança para este ano. Quando saiu o resultado do ENEM eu fiquei muito feliz, principalmente com a minha nota da redação e resolvi que iria me inscrever em algum curso. Quando o SISU liberou para fazer as inscrições, eu estava mais preocupada em ver as médias dos cursos que eu tenho vontade de fazer, mas vi que esses só entravam no segundo semestre. Eu decidi, então, ver se a minha nota entrava em algum curso e fiquei muito feliz quando fui aprovada, apesar de ainda não ser o que eu almejo, explicou.

A aluna também diz que essa primeira prova a fez saber como está sua situação e a deu força para a próxima etapa, que será definitiva. Para o próximo ano vou me dedicar muito mais para obter um nota melhor e se Deus quiser ser realmente federal, disse.

Segundo o psicólogo da 3ª série do Ensino Médio no Neves, Eudes Alencar, o resultado no Enem foi bom. Para ele, isso é fruto de uma preparação da escola diante de todas as alterações no sistema de ingresso em universidades públicas. O Novo Enem tornou-se obstáculo apenas para estudantes que ainda não têm nas escolas o acesso às mudanças e redefinições pedagógicas no ensino. Para os professores do Neves, essa proposta do Ministério da Educação trouxe transformações substanciais que vêm sendo continuamente atualizadas, planejadas e aplicadas no contexto escolar e em sala de aula, disse.

Eudes ainda explica que as mudanças na forma de ingresso criaram oportunidades para bons alunos que não conseguiam entrar em universidades. Com o vestibular era tudo muito restrito. Agora, alunos que têm perfil para estar no Ensino Superior, mas não conseguem pela pequena quantidade de vagas, podem conquistar esse ingresso, pois é como se ele fizesse prova para todas as universidades do país, afirmou.