TERCEIRÃO DO NEVES INICIOU AULAS NA MANHÃ DESTA SEGUNDA-FEIRA (28)

Acolhidos por professores e orientadores do Ensino Médio, alunos concluintes iniciaram nova etapa de preparação para o Enem 2013

Um ano de mudanças e de muitas novidades, mas a tradicional ansiedade para entrar no Ensino Superior resiste e visita as turmas de concluintes todos os anos. O Terceirão ou Pré-Enem, deu início às suas aulas na manhã desta segunda-feira (28) e os alunos já começaram suas atividades, após serem acolhidos pelos professores e todos os profissionais do Ensino Médio do Colégio das Neves.

Às 7h10 o sinal de entrada tocava para todos os alunos entrarem em sala de aula. Farda nova, pensamentos novos e uma nova motivação: a entrada em uma universidade pública do país. Todos seguiram para a sala, mas neste primeiro momento, era apenas uma sala para toda a turma, que totalizava 140 jovens. No Salão Nobre, os alunos do antes Pré Vestibular foram acolhidos pelos professores e orientadores da 3ª série e reunidos oraram e conversaram sobre o ano que iniciaram naquela manhã. Todos eles foram apresentados aos seus professores e conheceram a metodologia de ensino de cada um.

Após o primeiro momento, os alunos seguiram para a sala de aula, onde individualmente, cada turma iniciou as suas atividades. Os professores não perderam tempo e já começaram a introduzir conteúdos, familiarizando os alunos com a rotina que os acompanhará por todo o ano de 2013.

Segundo o psicólogo do terceiro ano, Eudes Alencar, os alunos e toda a escola está com uma forte expectativa para este ano, já que o Enem – Exame Nacional do Ensino Médio – será introduzido como único método de seleção da principal universidade do estado, a UFRN. Para ele, apesar de a escola estar trabalhando a interdisciplinaridade há mais de um ano em sala de aula, é diferente quando o aluno chega ao seu último ano escolar. “Dá para perceber o quanto eles estão mais atentos. É um ano difícil, de mais expectativas, ainda mais quando há mudanças assim. Nós da escola temos o papel de minimizar essa ansiedade e tentar familiarizá-los o máximo possível com o que eles vão se deparar ao final do ano”, explicou.

Para Erivan Neto, aluno do terceiro ano B, essas mudanças podem assustar um pouco, mas ele se assegura que a escola está ajudando na adaptação dos estudos. “É um ano bastante difícil para a gente. Nós temos que estudar as matérias relacionando uma com a outra, mas a escola já faz isso, o que torna mais fácil quando vamos estudar ou revisar o assunto em casa”, disse. O aluno ainda falou da sua expectativa e disse que pretende colher bons frutos do seu esforço durante todo este ano. “Pretendo ter um bom desempenho nas provas. Para isso, irei organizar um horário de estudos e revisar a matéria passada em sala de aula. Considero o Enem uma forma mais difícil de entrar na universidade, mas não é pela prova em si. A concorrência é
alta, pois são pessoas de todo o país que concorrem à mesma vaga que você”, explicou.

Os alunos terão uma carga horária de 39h de aula por semana, sendo todos os dias das 7h10 às 13h20, exceto a terça feira. Nesse dia, os jovens terão aula das 7h10 às 10h30 e retornam à sala de aula às 13h, permanecendo até às 19h10. Aos sábados, os alunos farão provas, que, segundo Eudes, contém questões interdisciplinares contextualizadas, além de situações-problema, características do Enem. O horário das turmas está dividido entre as áreas Ciências Naturais e suas
tecnologias, Ciências Humanas e suas tecnologias, Linguagem e códigos e Matemática, e os professores de cada área estão trabalhando em conjunto.

Durante todo o ano, ainda estão programadas 3 simulações de Enem, para que os alunos cheguem o mais próximo possível da realidade que enfrentarão ao final do ano, garantindo bons resultados em aprovações.