Todo o dinheiro arrecadado ajudará as irmãs da Congregação Filhas do Amor Divino, que atuam no país como missionárias voluntárias, a dar continuidade ao trabalho de parto digno às grávidas que vivem em situação de vulnerabilidade social na República da Uganda, no leste africano. Além disso, auxiliará outras mulheres durante o período gestacional.

     

    As doações são realizadas pelo Colégio há 10 anos e mobilizam toda a comunidade escolar. “É um momento para fazer o bem e intensificar a nossa solidariedade como irmãos em Cristo”, diz a coordenadora do SER, Jodalva Oliveira.

     

    Antes do projeto ‘Mães da África’, as gestantes eram obrigadas a levar os utensílios médicos para realizar o pré-natal – uma vez que o governo local não concede o procedimento de forma totalmente gratuita – o que acabava afastando as mães das visitas médicas necessárias antes do parto.

     

    Na iniciativa, as mulheres têm acesso ao kit bebê, que são bolsas com os materiais ideais para a realização dos exames que precedem o nascimento do filho. O kit vem com itens como agulha, algodão, álcool, pinça e remédios.

' />

Campanha em prol das Mães da África segue até 31 de outubro

Doações podem ser de qualquer valor e devem ser depositadas nos porquinhos distribuídos nas salas de aula pelo Serviço de Educação Religiosa do Neves



Campanha em prol das Mães da África segue até 31 de outubro

    Quem ainda não colaborou financeiramente com o projeto  'Mães da África', tem até 31 de outubro para fazer as doações. As contribuições podem ser de qualquer valor e devem ser depositadas nos porquinhos distribuídos nas salas de aula pelo Serviço de Educação Religiosa (SER) do Neves. A campanha começou na Semana do Dia das Crianças e integra as iniciativas de cooperação relacionadas ao Mês Missionário.

     

    Todo o dinheiro arrecadado ajudará as irmãs da Congregação Filhas do Amor Divino, que atuam no país como missionárias voluntárias, a dar continuidade ao trabalho de parto digno às grávidas que vivem em situação de vulnerabilidade social na República da Uganda, no leste africano. Além disso, auxiliará outras mulheres durante o período gestacional.

     

    As doações são realizadas pelo Colégio há 10 anos e mobilizam toda a comunidade escolar. “É um momento para fazer o bem e intensificar a nossa solidariedade como irmãos em Cristo”, diz a coordenadora do SER, Jodalva Oliveira.

     

    Antes do projeto ‘Mães da África’, as gestantes eram obrigadas a levar os utensílios médicos para realizar o pré-natal – uma vez que o governo local não concede o procedimento de forma totalmente gratuita – o que acabava afastando as mães das visitas médicas necessárias antes do parto.

     

    Na iniciativa, as mulheres têm acesso ao kit bebê, que são bolsas com os materiais ideais para a realização dos exames que precedem o nascimento do filho. O kit vem com itens como agulha, algodão, álcool, pinça e remédios.