Desde pequenos fomos ensinados pra sermos campeões, não de títulos mas de caráter. Os olhos ficam cintilantes ao recordar cada vitoria no decorrer desses anos, brilhamos inúmeras vezes nos pódios, nos palcos e na vida graças ao suporte que nos foi dado. Agora, é a nossa vez de REBRILHARMOS tudo o que aprendemos. É hora de espalhar a gentileza, o amor, a esperança, a fé e o respeito azul e rosa para fora desses muros, contagiar o mundo com o sentimento de ser Neves e orgulhar a nós mesmos e a todos que contribuíram para nossa formação. Agradeço ao senhor dos Senhores, os carinhos, dons e favores, pois, estudando e brilhando todo ano sem sair um só dia da trilha, hoje, agradecemos, recordamos, rebrilhamos e honramos o sangue azul e rosa que corre em nossas veias. Felizmente, esse texto não é uma despedida, mas um singelo "até logo" pois o bom filho a casa torna. E nós não estamos deixando essa escola como meros ex-alunos, seremos eternos SempreNeves. Mais uma vez, obrigada aos que compõem a Família Neves!

' />

Discurso de Raíssa Andrade na missa de conclusão do Pré 2016





Boa noite a todos aqui presentes,

Esse ano mais um ciclo se conclui, nós estamos nos despedindo, enquanto outros acabam de chegar, e não há palavra mais adequada para esse momento que GRATIDÃO. Alguns, assim como eu, entraram nessa casa nos primeiros anos de vida e outros foram chegando no decorrer da trajetória, mas, certamente, o sentimento azul e rosa tocou a nós todos de modo único e especial. Aqui aprendi a escrever o meu nome e a dar significado a ele, a somar e multiplicar não apenas números mas amigos e valores. Ao longo dos anos, os mestres nos ensinaram mais que conteúdos, compartilharam conosco histórias, vivências e carinho; os funcionários nos mostraram diariamente lições de gentileza, dedicação e respeito e as Irmãs nos apresentaram o amor, a caridade e a fé. Nessa instituição, aprendi a ser quem sou e me faltam palavras para agradecer à família Neves por isso.

Esse é um momento também para RECORDAR, as brincadeiras no parquinho, nos corredores e no pátio; a noite no meu colégio; as cicatrizes e as calças tipicamente rasgadas no joelho; os coleguinhas e amigos que tivemos, mesmo tendo perdido o contato com alguns deles; os passeios e as viagens, com certeza, esses eram os momentos mais esperados do ano, a musiquinha do bolinho de arroz, então, desperta saudade...; os trabalhos em grupo... esses, já nos tornaram cientistas, dançarinos, poetas, músicos e até mesmo cineastas; as idas a coordenação e ao SOESP, os autógrafos de Carol e as inúmeras broncas de Francinelma, Abel e Paulo; os "sejamos felizes" que alegraram nossas manhãs; os joi's, Jin's e Jern's, cada um com suas histórias particulares, certamente, éramos e ainda somos bem competitivos. Não dá pra esquecer, também, as eleições para centro cívico, ainda mais aqueles que chegaram a participar; os congressos de líderes ; os treinos árduos no ginásio, gaiola, caveirão e piscina, assim como os times, verdadeiras famílias que nos acolheram e tanto nos marcaram...

Desde pequenos fomos ensinados pra sermos campeões, não de títulos mas de caráter. Os olhos ficam cintilantes ao recordar cada vitoria no decorrer desses anos, brilhamos inúmeras vezes nos pódios, nos palcos e na vida graças ao suporte que nos foi dado. Agora, é a nossa vez de REBRILHARMOS tudo o que aprendemos. É hora de espalhar a gentileza, o amor, a esperança, a fé e o respeito azul e rosa para fora desses muros, contagiar o mundo com o sentimento de ser Neves e orgulhar a nós mesmos e a todos que contribuíram para nossa formação. Agradeço ao senhor dos Senhores, os carinhos, dons e favores, pois, estudando e brilhando todo ano sem sair um só dia da trilha, hoje, agradecemos, recordamos, rebrilhamos e honramos o sangue azul e rosa que corre em nossas veias. Felizmente, esse texto não é uma despedida, mas um singelo "até logo" pois o bom filho a casa torna. E nós não estamos deixando essa escola como meros ex-alunos, seremos eternos SempreNeves. Mais uma vez, obrigada aos que compõem a Família Neves!