Conheça as dicas para ajudar na adaptação escolar

Relação entre família e escola é fundamental



Conheça as dicas para ajudar na adaptação escolar

O início do ano letivo é sempre muito aguardado pelos pais e responsáveis, especialmente quando a criança está iniciando a fase escolar. Porém, as primeiras semanas de adaptação podem ser um pouco difíceis.
A escola é um ambiente novo e ainda desconhecido, e para a psicóloga especialista em Educação Infantil, Nadja Medeiros, o papel dos pais é de facilitar esse entendimento do novo espaço. “É necessário que a família converse com as crianças e explique tudo sobre a nova escola para onde elas estão indo”, explica.
Para oferecer esse suporte, a psicóloga dá algumas dicas. Confira.


- Conversar sobre a escola
Antes de tudo, os pais ou responsáveis podem conversar com os filhos sobre a escola, explicando que eles irão iniciar uma nova fase em um ambiente novo, onde tem brincadeiras, professores que irão acolhê-los e também novos amigos. É necessário que essa mudança de rotina já seja preparada em casa, antes de as aulas começarem. Para as crianças que estão mudando de escola, é importante enfatizar que as experiências que ela vivenciou no outro colégio serão muito melhores agora, e que existe um espaço para construir novas relações de amizade.

- Arrumar a mochila
O momento de organizar a mochila é importante, pois essa união cria uma sensação de expectativa positiva coletiva, tanto dos pais como dos filhos. É interessante explicar os itens que estão sendo colocados na mochila, o material que já foi adquirido anteriormente e incentivar a criança a interagir e conhecer os objetos ali presentes.

- Evitar comentar com familiares
Muitos familiares ficam curiosos para saber como foi o primeiro dia dos pequenos. É essencial que os pais saibam que ainda que as crianças tenham chorado ou ter tido resistência nos primeiros dias, é um comportamento dentro do esperado. Então, seria bom enfatizar os momentos positivos da criança. Isso faz com que se evite preocupações desnecessárias.
É importante lembrar que cada criança tem um tempo diferente de adaptação e muitas vezes as reações e o modo como elas lidam com o início das aulas podem variar.