Psicóloga orienta sobre readaptação escolar após recesso no meio do ano

Organização da dinâmica familiar é considerada decisiva durante o período



Psicóloga orienta sobre readaptação escolar após recesso no meio do ano

Acordar mais tarde e brincar o dia inteiro podem fazer com que as crianças tenham dificuldade em voltar à rotina de aulas com o fim do recesso escolar. No entanto, o processo de readaptação que ocorre no meio do ano costuma ser mais simples do que no início do período letivo, quando o aluno fica mais tempo longe das atividades escolares.

 

Apesar da facilidade, algumas orientações merecem a atenção dos pais, segundo a psicóloga do Colégio Nossa Senhora das Neves, Nadja Medeiros. “A mais importante delas é a organização da dinâmica familiar”, afirma a especialista.

 

Para ajudar famílias inteiras a entrarem no ritmo de volta às aulas, Nadja separou algumas dicas que podem fazer a diferença durante a readaptação escolar no meio do ano:

 

1 – De volta à rotina, converse com a criança a respeito da retomada das atividades. Uma estratégia é relembrá-la dos bons momentos em que estava acostumada a realizar escola;
2 – É importante reajustar principalmente o horário do sono e da alimentação para a criança não ter prejuízos em seu rendimento escolar;
3 – Respeite o tempo da criança. Não se chateie se seu filho precisar de um período maior de readaptação. Cada criança tem o seu tempo;
4 – Não prolongue a despedida na escola. Despeça-se rapidamente da criança e nunca saia do colégio escondido. Por mais doloroso que seja, é sempre melhor construir uma relação com os filhos pautada na confiança e na honestidade;
5 – Não prometa recompensas. Não negocie sua permanência na escola em troca de guloseimas ou brinquedos. Demonstre segurança. A postura do adulto perante a situação fará toda a diferença;
6 – Insira a criança na organização do material escolar, para que ela sempre possa se sentir envolvida e comprometida com os estudos;
7 – Seja pontual. Evite atrasos ao chegar e ao buscar a criança na escola. A ansiedade aumenta quando ela percebe que a rotina estabelecida não é cumprida;
8 – Continue dedicando tempo no lazer e nos estudos da criança. Isso fará com que a readaptação seja mais tranquila;
9 – Evite comentários sobre a readaptação da criança diante de sua presença. Isso poderá atrapalhar o processo;
10 – Estabeleça parceria com os professores. A integração família-escola é muito importante para a reinserção da criança no ambiente.