Crianças brilham durante apresentações do São João Neves

Festa resgatou a cultura popular e homenageou o povo nordestino



Crianças brilham durante apresentações do São João Neves

Sob a bênção de Santo Antônio, São João e São Pedro, os festejos juninos do Neves foram marcados por apresentações culturais. Durante dois dias de festa, o Colégio respirou as tradições nordestinas características do mês de junho e ovacionou o povo sertanejo. Shows, pescaria e comidas típicas preencheram a programação.

 

Na sexta-feira (15), primeiro dia de festa, a quadrilha improvisada do Pré-Enem invadiu o Ginásio Madre Fidélis em tom de despedida da escola. Os quadrilheiros animaram o público com coreografias matutas e, em tom de gratidão, homenagearam o Neves por recebê-los com amor desde o Berçário.

 

A festa deu continuidade com os shows dos cantores convidados pelo Centro Cívico Madre Auxiliadora Nóbrega de Almeida (CCE-MANA). Mateus Carvalho, Giannini Alencar e Henry Freitas encerraram a noite com muita alegria e descontração no Ginásio Caveirão. Os cantores forrozearam para quase 500 pessoas, entre pais, alunos, Sempre Alunos e funcionários.

 

Samuel Carvalho do Pré-2017, aprovado em Ciências e Tecnologias na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), aproveitou a festa para rememorar os tempos de escola. “Só guardo boas recordações deste lugar. Voltar aqui é quase que uma obrigação”, afirmou.

 

São João Infantil
As crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental também brilharam no São João Neves e emocionaram famílias inteiras ao traduzir o espírito nordestino nas coreografias ensaiadas com os professores.

 

“Trazer o sertão para dentro da cidade grande e para a vivência da criança é muito importante. Fiquei emocionada”, disse Michelle Ferret, mãe de dois alunos. O mesmo sentimento é compartilhado por Clarissa Medeiros, Sempre Aluna e mãe de aluno. “Ter a oportunidade de comemorar os festejos juninos, com a intensidade que o Neves se dedica a transmitir, proporciona um enriquecimento cultural ímpar para nossas crianças”, destacou.

 

O resgate da cultura popular foi estendido para a apresentação do Grupo de Teatro do Colégio, que retratou a difícil vida do povo sertanejo em decorrência das longas secas, ao singelo modo de viver, repleto de pequenas e doces alegrias. Ao som de "Segue o seco", de Marisa Monte, os atores mirins externaram gritos de resistência em um cântico de esperança, ao mesmo tempo em que rogavam a Deus por chuvas no sertão nordestino.

 

“Os festejos juninos agregam muitos valores ao Neves, porque celebra o amor e a união entre a família e a escola, nos fortalecendo na fé e enriquecendo a nossa bagagem cultural”, ressalta a diretora Irmã Aparecida Costa.